This text will be replaced

Respiração bucal

Respiração bucal

A respiração bucal é um dos mais frequentes problemas encontrados pelos pediatras nos consultórios. O Doutor Pedro Pillegi Vinha, ortopedista funcional dos maxilares e ortodontista, fala sobre o tema.

“A criança que respira pela boca, ela não respira porque quer…”, diz o doutor.

A respiração bucal é uma síndrome. A criança que respira pela boca tem uma incompetência muscular para fechar a boca; ao contrario do que muitos pais pensam que é por ter o nariz entupido de alguma forma. Geralmente a criança que respira pela boca ela tem um olhar triste, geralmente com olheiras e sempre os dentes expostos.

A respiração bucal traz muitas outras doenças associadas, entre elas, a mais comum é o resfriado constante. Há também problemas relacionados a parte psicológica.

As crianças que respiram pela boca geralmente são impacientes, ansiosas, inquietas e geralmente até apáticas; algumas são consideradas enganosamente até como crianças com síndrome de déficit de atenção e hiperatividade, sendo que na verdade elas só respiram mal.

Outro problema da criança que respira pela boca é a postura. Na maioria dos casos elas vão apresentar problemas posturais além também dos problemas bucais, como arcadas apertadas, dentes projetados pra frente, dentes encavalados, céu da boca profundo, entre outros. O céu da boca e o nariz são pertencentes ao mesmo osso, por isso a ligação entre eles nas doenças acima.

O maior de todos os problemas da criança que tem a respiração bucal é a Apnéia do Sono; ela faz com que a criança pare de respirar por alguns instantes. Não tem como melhorar a postura de uma criança se ela não tiver uma respiração nasal, assim como a fonoaudiologia; não tem como “fechar” a boca de uma criança que ainda respira pela boca.

Os tratamentos são muitos, basta procurarem um especialista na área para resolver o problema.

10 comentários cadastrados em “Respiração bucal”

  1. Gisele disse:


    Ola, minha fila respira pela boca. O especilista é um Otorrino?
    Obrigada
    Gisele

  2. sandra disse:


    Quais tratamentos? Você não esclareceu. Não é com fono?

  3. webfilhos disse:


    Olá Sandra! Estamos encaminhando sua solicitação ao Dr. Pedro e te escalreceremos.

  4. Dr. Pedro Vinha disse:


    Ola Sandra,

    Sou dentista, por isso inicio o tratamento com aparelho intra-oral para promover a desobstrução nasal. Quando necessário, encaminho para a fono.

    Att.

    Pedro Vinha

  5. Marciane disse:


    Olá!!!

    Meu filho é um respirador bucal.

    Gostaria de uma consulta com o Dr. Pedro. De onde ele é e qual seu contato?

    Grata!!

  6. webfilhos disse:


    Olá Marciane! O Dr. pedro fica na Av. Dr. Arnaldo, em SP, vou te passar o telefone do consultório e você verifica o número por favor.
    Telefone: 3875-6915. Boa sorte! Bj

  7. Josiane Borges disse:


    Boa Tarde.
    Sou Fonoaudióloga, especialista em Motricidade Orofacial, gostaria de acrescentar alguns pontos em relação a “Respiração Oral-RO”.
    Primeiramente quando recebemos no consultório uma criança com queixa de respirar pela boca, verificanos a causa. Encaminhando para o otorrino com o objetivo de averiguar se há comprometimento na passagem da via aérea superior, que podem ser inumeras: tonsilas faringeas hipertroficas (adenóides), desvio de septo, hipertrofia de amigdalas, rinite, IVAS, atresia de palato (céu da boca alto/fundo) entre outros. Se faz uso de chupeta, mamadeira ou sucção digital que interferem no desenvolvimento e crescimento da face, alterando a mordida (oclusão). Muitas vezes necessitamos encaminhar para outros especialistas como alergista, pneumo…
    O trabalho com o paciente RO não é simples, é complexo e deve ser interdisciplinar. Porque como afirma dr. Pedro as crianças que respiram pela boca muitas vezes apresentam alterações de humor (mal, ansiedade…) porque respiram mal e são classificadas de hiperativas, mau humoradas, mau educadas, sempre agitadas ou apaticas, com olheiras…… Sendo assim, depois que o otorrino libera o nariz, o ortodontista coloca o aparelho e a fonoaudióloga trabalha para restabelecer as funções de mastigação, deglutição, respiração e fala. Ou seja, o trabalho de RO é interdisciplinar..

  8. Cyro José Miranda Sá Nagamine disse:


    Caro dr. Pedro.
    Sou ortodontista em Campos dos Goytacazes – RJ, faço o mesmo procedimento em crianças com a SRB, utilizando disjuntor de Hyrax. Estou documentando com fotos e Rx oclusal, e gravando o depoimento dos pais 15 dias após a disjunção. Os resultado realmente superam as expectativas. Realmente tudo o que você citou no vídeo tenho comprovado em meu consultório. Estou tentando trabalhar junto com pediatras e otorrinos para divulgar nosso trabalho que deve ser feito por uma equipe interdisciplinar. Parabéns pelo vídeo, vou fazer o mesmo aqui na minha cidade! Você pode citar também o uso da higiene nasal com soro fisiológico, os resultados são excelentes!
    Ass. Cyro José
    Qualquer dúvida entre em contato!
    cel. (22) 9 9984-3682

  9. webfilhos disse:


    Caro Cyro,

    realmente até hoje me surpreendo com os resultados do aparelho na respiração das crianças.
    Continue firme por este caminho.

    Abraços

    Pedro Vinha

  10. Silvia disse:


    Oi Dr. Pedro ví uma matéria sua no web filhos sobre respiração bucal, e me chamou atenção, pois minha filha apresenta os mesmos sintomas, ou quase todos. Fica só de boca aberta, nariz sempre congestionado, resistência a alimentação, dificuldade de ganhar peso, muita timidez, muita dificuldade de se relacionar com crianças da mesma idade, ela acabou de completar 3 anos.
    Queria saber se pode me ajudar, se posso mandar foto, para analisar e saber se estou certa ou equivocada.
    Fizemos exame da adenoide e o otorrino disse que a dela é moderada, nem grande e nem pequena, não deu muita atenção.
    Ela com 3 anos, não fala quase nada, vendo a matéria no site, parece que se enquadra muito no que estou falando. E desde quando nasceu luto em relação a sua alimentação.
    Se puder me ajudar, ficarei muito grata.
    Silvia Vasconcelos Martins D´Andrea esposa de Ricardo Bagli D`Andrea

Deixe seu comentário!